NOSSOS MESTRES INESQUECÍVEIS

 

PProfessora

Walcerly Corrêa de Oliveira

* Fundamental *

 

Walcerly Corrêa de Oliveira nasceu em um belo setembro de 1953 na cidade de Jacareí. Seu pai era funcionário da Estrada de Ferro Central do Brasil e sua mãe do lar. Foi filha única até os oito anos e teve uma infância feliz rodeada da atenção dos pais, tios, primos e avós.

Muito aguçada em sua curiosidade vivia a perguntar todos os porquês do mundo. A mãe respondia a alguns de seus questionamentos, mas era o pai que, ao chegar do trabalho no fim do dia, procurava lhe satisfazer as curiosidades. Tudo o que aprendia ensinava para sua amiga imaginária, que se chamava Cibele, e para as suas bonecas, todas eram ótimas alunas. Desde muito pequena gostava de manusear livros e esparramar o jornal O Estado de S. Paulo, que seu pai era assinante, para “ler” As Aventuras de Tintim E Milú. Seus pais, percebendo que tinha interesse em aprender a ler começaram lhe comprar as revistinhas infantis da época: Os Sobrinhos do Capitão, Gato Felix, as de Walt Disney e liam “com” ela todas as noites depois do jantar e de seu pai ouvir A Hora do Brasil.

Eram outros tempos, a televisão ainda não dominava a atenção das famílias, quando um aparelho de TV chegou à sua casa ela já estava alfabetizada. Sua curiosidade e sede de aprender fizeram com que logo a colocassem na escola. Com cinco anos é matriculada na turma de 1958 do Jardim da Infância no Externato Santa Terezinha (Coleginho) onde estudou até o segundo ano, indo concluir os terceiro e quarto anos na Escola Coronel Carlos Porto. Fez o quinto ano, para Admissão ao Ginásio, no SESI em frente ao Correio e de lá foi para o CENE Silva Prado. Sempre foi uma pessoa fácil de fazer amizades e conservar seus amigos, por isso teve uma adolescência muito alegre cheia de festas, aniversários, passeios, excursões e bailinhos de Sonata. Já na juventude, amava os encontros pontuais com a sua turma de amigos em um badalado bar freqüentado pelos jovens da época, onde se discutia política, música, arte, além de muita paquera. 

Casa-se em 1975 e dedica-se exclusivamente ao lar, em 1976 torna-se mãe. Em 1983 retoma os estudos, em 1985 separa-se e passa a fazer o que sempre amou... ler, escrever e ensinar.

Como professora eventual atua em várias escolas onde sempre foi muito feliz na convivência com seus alunos e com a comunidade. Presta Concurso Público para Professor da Secretaria de Estado da Educação em 1986, é aprovada e efetiva seu cargo na Escola João Cruz. Sendo uma professora com concepções de vanguarda sobre a Educação, sentiu-se realizada quando na Escola João Cruz fez parte de uma equipe composta por maravilhosos Educadores de pensamentos inovadores e criativos que, como ela, tinham uma concepção de educação muito mais ampla do que ser simples transmissão de conhecimentos pré concebidos. Entendiam que a escola deveria ser um espaço aberto às manifestações expressivas dos alunos na formação do seu próprio conhecimento e na constituição de seu caráter.

E assim, por muitos anos, vencendo barreiras e preconceitos, essa equipe, da qual fez parte, desenvolveu um feliz e próspero trabalho educacional que fazia valer a pena ter de superar as pressões que sofria. Hoje, orgulha-se e agradece a Deus de ter tido força, por não ter permitido que suas lágrimas desbotassem a sua alegria e a sua esperança na Educação, por, junto com a sua equipe, ter vencido e deixado para a sociedade bons frutos, cidadãos de bem, proativos, inovadores, inteligentes e acima de tudo humanos. Hoje, esses alunos estão espalhados por esse mundo, tecendo os fios das suas vidas.

Concomitante à atuação na escola João Cruz deu aulas também na Secretaria Municipal de Educação de Jacareí como professora concursada na Educação de Jovens e Adultos -EJA-. Lá fez muitas amizades, amava seus jovens e seus idosinhos e eles também a queriam muito bem. Porém, pela sobrecarregada do acumulo de cargos e já com um segundo filho, de um novo relacionamento, pediu afastamento da prefeitura permanecendo apenas no Estado. Anos depois presta concurso para Supervisor de Ensino da Secretaria de Estado da Educação, é aprovada e ingressa no cargo em 2005 onde permaneceu até sua aposentadoria em 2015. Na rede particular atuou por quatro anos como professora da área de Educação na ETEP Faculdades.

Sua formação acadêmica passou pela Fundação Valeparaibana de Ensino, hoje UNIVAP, Faculdade de Educação e Tecnologia Thereza Porto Marques- FATEC e Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP.

 

PÁGINA INICIAL GALERIA DE FOTOS PROFESSORES

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 12/02/2020 21:44

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997798242