OS MESTRES INESQUECÍVEIS

 

PProfessor

Aristeu José Turci

* Artes *

 

Nascido a 11 de novembro de 1929 em Taubaté, no Bairro do Pinhal, dá os primeiros passos já em Jacareí, cidade que dedica toda a sua vida. Casado com Maria Thereza Ferrato Turci, tem aqui duas filhas: Fátima e Flávia; dois netos: Fabiana e André; centenas de discípulos e dezenas de amigos.

Fez o ensino primário na Escola Rural Parateí até o terceiro ano, depois Grupo Escolar São João, Ginásio Municipal de Jacareí; Escola Normal e Escola do Comércio, ambas concluídas em 1950. Alfabetizado por Dona Geraldina, lembra que calçou sapato pela primeira vez para ir a escola aos quatro anos e aí foi um passo para a chuteira, jogando futebol durante toda a infância e depois basquete, tanto que foi convidado para jogar em Taubaté e no Palmeiras, mas a família não deixou. Seguiu então o caminho esperado pela família: escritório de contabilidade, cursos na FGV, concursos para fiscal de renda e para professor, carreira que abraçou por 35 anos.

Mas não parava de estudar: Fez administração de empresas na ETEP em 1965 e Faculdade de Direito em São José dos Campos, concluída em 1972. Recém casado com Maria Thereza Ferrato Turci, morou por dois anos em Caraguatatuba, até ter de socorrer o pai que teve enfarto em novembro de 1954, e logo após nasceu sua primeira filha. Lá lecionou de 1953 até outubro de 1962. Era uma trajetória de idas e vindas: Caraguá recebia o professor de trabalhos manuais, São Sebastião o professor de desenho e na Escola do Comércio de Jacareí ia o professor de história, de administração e geografia humana.

Era hora de uma guinada. Como professor escolheu artes industriais na cidade de Santa Branca, e começou a empreender. Fundou a Agenco, revendedora da Willys e com outros sócios criou a Engecon Construtora, que deu início ao Parque Brasil, e a uma nova investida em reflorestamento com a compra de uma fazenda em Pindamonhangaba, da Central do Brasil, em 1970, e mais uma pedreira em Arujá, e área no Mato Grosso. Paralelamente enveredava nas áreas sociais e políticas, como presidente do Rotary Club do Brasil em 1962; Maçonaria em outubro de 1967, atingindo o grau mestre 33 em 1992; e como provedor da Santa Casa de Misericórdia em 1968

A carreira política começa já em 1946 com pequenas participações, até culminar com a candidatura a vice-prefeito em 1968, voltando-se depois para os bastidores, apoiando e elegendo membros da antiga Arena. O sonho do empresário fala mais alto, sai da Agenco e funda em 1973 a Jacar, concessionária Volkswagen, que passa a administrar sozinho em 1976, até vender a concessão em 1982, e oito anos depois também o prédio. Esta é a trajetória de vida de Aristeu José Turci,

As histórias de Aristeu José Turci e Jacareí se confundem como uma só nos últimos oitenta anos. De origem rural, filho de um clã de imigrantes italianos, apesar de acidentalmente nascido em Taubaté em 11 de novembro de 1929, foi a cidade de Jacareí que adotou para viver. Era o início de uma longa história de amor, e que perdura até hoje. Foi em Jacareí que cresceu, estudou, trabalhou e casou-se com uma jacareiense, a professora Maria Thereza. Foi aqui que criou as suas duas filhas, a jornalista e apresentadora de televisão Fátima, nascida em São Paulo no dia 28 de dezembro de 1954 e mãe de Fabiana, e a advogada empresarial Flávia, esta sim fruto da terra desde 4 de julho de 1962, e mãe de André. Formado pela Escola Normal e Escola do Comércio em 1950

Aristeu recebeu o Título de Cidadão Jacareiense em 2009

 

PÁGINA INICIAL GALERIA DE FOTOS PROFESSORES

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 11/02/2020 10:45

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997798242