NOSSOS MESTRES INESQUECÍVEIS

 

PProfessor

Alfredo Daher

* Fundamental *

 

Alfredo Daher, filho de Antônio José Daher e de Maria Abrahão Abboud, que vieram da região de Kobayat, no Líbano, nasceu em São Paulo, na imediações da Rua 25 de Março, no dia 06 de outubro de 1919.

Seus pais desembarcaram no Porto de Santos, em 02 de novembro de 1912 e foram para São Paulo, onde fixaram residência no bairro do Ipiranga, depois se mudaram para a Avenida Senador Queiróz, depois para a rua Barão Deprat e depois na rua Florêncio de Abreu. Desta união, já aqui no Brasil, nasceram Júlia, José, Alfredo e Adélia.

Vieram para Jacareí, pela primeira vez, em 1923, residindo no bairro do São João. Logo se mudaram para Jambeiro, depois para Caçapava, onde abriram um armazém. Ali nasceram mais filhos, como a Olga, Geni, Jorge, Amilcar, e Nilza.

Resolveram ir para a cidade de Paraibuna, onde montaram uma loja no Largo do Mercado. Em 1939 compraram uma casa  na rua Coronel Camargo, onde montaram a residiam e tinham a loja. Neste local ainda nasceram Diva e Lélis.

No entanto, com o desejo de estudar seus filhos, em cursos mais avançados, compraram uma loja em Jacareí, na rua Dr. Lúcio Malta.

Alfredo Daher começou sua vida profissional em Paraibuna, como alfaiate. Mas era ambicioso. Estudou sozinho e foi prestar exames de Madureza em Jacarezinho, no Paraná, em 1949. Foi o primeiro de apenas dois aprovados. Com o diploma do curso ginasial, mudou-se para Jacareí, para aqui fazer a Escola Normal e o Curso de Contabilidade à noite. E ainda trabalhava duro na máquina de costura para manter seus 5 filhos.

Formou-se professor primário em 1952, em Presidente Prudente, pois em 1951, passou no Concurso de Agente de Estatística do IBGE e foi trabalhar em Pirapozinho, que ficava perto de Prudente, onde poderia se formar.Foi muito feliz naquela cidade, amigo íntimo do Dr. Plauto Barreto que ele ajudou a eleger-se Prefeito Municipal, já que era um grande tribuno e de grande eloqüência em seus discursos.

Mas ganhou um prêmio na KOSMOS Capitalização, que por ter sido sorteado em dezembro recebeu o dobro.

Diante da solução de seus problemas financeiros, resolveu voltar para Jacareí, para fazer carreira no magistério paulista, estudando para prestar o Concurso de Professor Secundário de Trabalhos Manuais, e marcar pontos para ingressar como Professor Primário.

Nesse meio tempo trabalhou no antigo Departamento de Educação, na Capital e marcou pontos como substituto em Bom Sucesso.

Veio de volta para Jacareí, e prestou Concursos para Professor Primário e Secundário , em Trabalhos Manuais. Aprovado, escolheu Presidente Bernardes,pelo fato de ser o local onde poderia acumular os dois cargos pela existência de vagas, e para onde a família se mudou em em 1955.

Ele foi na frente, para não prejudicar os estudos dos filhos , ficando hospedado na pensão da Dona Angelina, mãe do professor Anacleto, até o final do ano, quando levou a família

A primeira casa era do "Seu" Militão que era um espanhol que tinha um açougue na Vila São Vicente.

Logo depois comprou a casa do Manoel Pardo e a reformou completamente a seu gosto.

Vieram de volta para Jacareí, no começo da década de 1960, em busca de estudos para todos, já que lá em Bernardes não havia nem curso colegial.

Alfredo foi professor na Escola (...) e posteriormente nomeado Diretor, do GE Pompílio Mercadante.

(...)

Quando faleceu, em 29 de setembro de 1991, prestes a completar 72 anos de idade, era viúvo de Maria Augusta Ribeiro Daher; deixando os filhos Mario Ney, José Ives, Isa Maria, Régis, Paulo Afonso e Alfredo Daher Júnior, além da viúva Odília de Souza Moisés.

Seus restos mortais foram sepultados no Cemitério da Saudade em Jacareí.

Pelo Decreto Legislativo 26/79, da Câmara Municipal de Jacareí, foi-lhe concedido o Título de Cidadão Jacareiense.

 

PÁGINA INICIAL GALERIA DE FOTOS PROFESSORES

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 11/02/2020 08:02

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997798242