"CRÔNICAS DA CIDADE"

 

JACAREÍ DE "A" ATÉ "Z"

 

Como gostamos de ti. Poesia e Ternura. Trabalho e Aventura.
Namoro e Casamento. Encontro e Despedida.
Saudades relembradas em velhas fotografias. Passado e Futuro.
De suas ruas e sua gente. Dos seus bailes e suas pontes. Do futebol e seus grandes craques.
Dos seus poetas e seus escritores. Seus repórteres e cantores. Prefeitos e vereadores.
Que se foram e grandes exemplos e legados deixaram. Ah nossa Jacareí, te amamos demais.
Jacareí de A á Z.
Jacareí de Antônio Afonso e do bucólico Avareí de outros tempos. Da sua Igrejinha e do Cemitério, onde tantas almas dos nossos entes queridos descansam sob as sombras das centenárias arvores. Em Paz.
Das avenidas São João e da Rua Barão. Do Bar do Brito e do Bar Brasil, dos nossos bolinhos caipira e dos “Biscoutos” tão famosos no Brasil. Dos campos da Liga e da Fiel, onde craques inesquecíveis encantaram nossa torcida. Craques campeões, atletas geniais, até hoje amigos excepcionais. Gamela, Mir, Onda o nosso Leônidas, Bagatinni. Do Coronel Carlos Porto.
De cantores magistrais e suas Bandas Especiais. Cantam Miragaia, Celi Redondo e Cecília Militão, homenageando Mir Cambuzano, JDomingues e tantas outras vozes.
Dos Cines Rio Branco, Rosário e Avenida. Dos beijinhos no escurinho do cinema. Eram o Máximo.
Jacareí das Casa Scherma, Rosvaldo e Bidu Modas. Em cima do morro A Caixa d’água. Também do Corneteiro de Jesus. Jacareí lembranças sem fim. No jornal Nacional apareceu a Rebelião da cadeia Municipal. Eram muito legal o desfile e as Escolas De Samba no Carnaval. O Bafo da Onça sempre entre as melhores. Os Bailes de Carnaval no Elvira e Trianon eram tradicionais.
Das Escolas do saber e aprender não conseguimos esquecer. Do Barão e Pompilio no São João, do Coronel Carlos Porto e do “Verdinho” entre tantas íamos direto para o gigante “Silva Prado”. Saudades de uma juventude sadia. A “Profissional “ou “Agrícola” e nas férias a saudosa FAPIJA. Com seu cheiro do campo, seus rodeios e suas arvores e suas sombras generosas. Lindas tardes e noites especiais com seus shows até o dia raiar. Escola Lamartine Dellamare e ali perto o Antigo Preventório e seus fantasmas e melancólicas lembranças. Jacareí e a letra E. Escritores e poetas. Que em poesias e nostálgicas crônicas retrataram e ainda retratam em lindas palavras as lendas e as histórias de uma linda cidade á beira de um rio. Daqueles que um dia de Trem ou de ônibus na nova estação por aqui aportaram e construíram aqui sua nova moradia. Para muitos para sempre. Fotografaram com seu olhar profundo e com seu dom fecundo colocaram em papéis e livros seu amor por esta pacata cidade que a todos de braços abertos os acolheram.
Jacareí de F á Z. Tantas coisas a contar. Fabricas, o Futebol de Salão do Vicente Scherma e seus grandes Campeões. Lendas, Conquistas, Lutas e personagens e fatos reais. Folclore e Realidade virão numa próxima oportunidade. De Jacareí a nossa cidade.
  por Dilpeloggia/ em 11/10/2018

 

PÁGINA INICIAL

MENU DAS CRÔNICAS

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 10/05/2020 17:47

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997653533