ESPAÇO CANTO DAS POESIAS

 

Waldmir Antonio de Carvalho

"UMA ROSA EM BOTÃO"

 

Por que permites Senhor,

Que se afaste deste mundo,

Tão bonita e meiga flor

De olhos azuis, tão profundos ?

 

Por que Senhor? Oh! Por que?

Tiraste tão cedo a vida

Da flor silvestre do bosque

Que surgia colorida ?

 

A rosa que desabrocha,

E o primeiro ar respira,

É como o fogo da tocha

Que acende o óleo da pira.

 

A vida de uma criança

Para os pais, é um sacramento.

Senhor, travaste tua lança

Num peito neste momento

 

O coração se revolta,

não pode a dor suportar.

Ver a própria filha morta

Oh! Senhor! Não pode estar.

 

Mas o Vosso coração

Bondoso e santificado

Chama a rosinha em botão

A perfumar Vosso lado.

 

Enviai agora Senhor

Para os pais desta rosinha

Vossas bênçãos, e mais amor

Ao " .... coração da mãezinha.

 

Sustentei em Vossa graça

Os filhos quem em Vós estão,

Não é nenhuma desgraça

Dar-te uma rosa em botão.

W. A. de Carvalho – 1967

 

PÁGINA INICIAL

CANTO DA POESIA

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 10/05/2020 17:31

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997653533