ESPAÇO CANTO DAS POESIAS

 

Carlos Alberto Cândia

"SÚPLICA"

 

Naquela noite fria eu parti

A esmo pelas ruas sem destino

A dor do adeus foi tanta, que senti

Como que... um solitário peregrino.

 

E o tempo foi passando... até que um dia

Reconheci a culpa praticada

O lamento foi tanto que eu sentia

A mente quase turva e amotinada.

 

E agora que já tens um outro amor,

Suplico numa ânsia incontida

O perdão e este pobre sonhador.

 

Quem espera tranqüilo... sempre alcança

E tu serás ainda em minha vida

a derradeira luz da esperança.

C. A. Cândia – 1967

 

PÁGINA INICIAL

CANTO DA POESIA

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 10/05/2020 17:14

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997653533