ESPAÇO CANTO DAS POESIAS

 

Carlos Alberto Cândia

"O ANOITECER"

 

Sinto a brisa do vento mavioso

E o sol que vai se pondo no ocidente

Levando o seu rastro luminoso

o dia que termina calmamente.

 

Sussurra a densa mata verdejante

Como que anunciar... que já anoitece

Nesse momento amargo e excruciante.

 

A lua rasga o véu da escuridão

Bruxoleando a campina silenciosa

Da noite fria e calma do sertão.

 

Noite a dentro ouço o grilo a cricrilar

o sapo nesta noite tenebrosa

convida a natureza a descansar.

C. A. Cândia – 1967

 

PÁGINA INICIAL

CANTO DA POESIA

Este site é administrado e gerenciado por Celso Luís Vasques -  Editado pela última vez em 10/05/2020 17:14

Envios de arquivos, fotos e correções para jacarei@jacarei.blog.br - WhatsApp > 12-997653533